23 de maio de 2016

Romero Jucá deixa governo Temer




Romero Jucá, disse que irá pedir licença do Ministério do Planejamento a partir desta terça-feira, até que o MPF se manifeste.

Segundo o ministro, até que o Ministério Público apresente um parecer, ele permanecerá licenciado. Depois, disse que aguardará decisão do presidente em exercício, Michel Temer, sobre se irá querê-lo de volta ao governo ou não. “Estou consciente que não cometi irregularidade”, declarou.

O motivo da saída se deve divulgação das conversas ocorridas em março passado, o ministro do Planejamento, senador licenciado Romero Jucá (PMDB­RR), sugeriu ao ex­ presidente da Transpetro Sérgio Machado que uma "mudança" no governo federal resultaria em um pacto para "estancar a sangria" representada pela Operação Lava Jato, que investiga ambos.

Gravados de forma oculta, os diálogos entre Machado e Jucá, que foram divulgados hoje pelo Jornal Folha de São Paulo, mas ocorreram semanas antes da votação na Câmara que desencadeou o impeachment da presidente Dilma Rousseff. As conversas somam 1h15min e estão em poder da PGR (Procuradoria­Geral da República).

Nenhum comentário:

Cotações do Dolar e do Euro

Pesquisar este Site