28 de agosto de 2011

TEMPESTADE IRENE DEIXA 15 MORTOS E 4 MILHÕES SEM ENERGIA


A tempestade tropical Irene resultou na morte de pelo menos 15 pessoas em seis Estados e deixou 4 milhões de consumidores às escuras nos EUA.

As companhias elétricas e as agências de emergência reportaram a dificuldade em manter a cobertura elétrica integral no sábado e avisaram que a expectativa é que aumente o número de prejudicados conforme a tempestade avança para o norte do país.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, por exemplo, disse hoje que 905,3 mil consumidores do seu Estado estão sem eletricidade como resultado do acontecimento natural.

Durante a manhã deste domingo, a companhia de energia elétrica Con Edison afirmou que 21 mil pessoas estavam sem energia no Queens, 7,5 mil no Brooklyn e 6,7 mil no Bronx, além de 18,2 mil pessoas em Staten Island, enquanto quase 66 mil seguem sem luz no condado de Westchester e 166 mil no Estado vizinho de Nova Jersey. A companhia ainda não divulgou um balanço atualizado...
No Estado de Vermont, as condições em algumas partes são "horríveis" devido às inundações, de acordo com o porta-voz de administrações de emergências do Estado, Mark Bosma.

"Algumas cidades pequenas estão inteiramente cobertas de água. Temos notícias de que as pessoas estão sobre as escolas e os carros", disse Bosma. "Uma mulher foi levada pelas águas do rio. A água está em todos os lugares"...

PIOR MOMENTO PASSOU

A secretária de Segurança Interna dos EUA, Janet Napolitano, disse em conferência de imprensa que "o pior já passou para a maior parte da costa leste", e que a tempestade prossegue agora para a região da Nova Inglaterra e o leste do Canadá, mas já muito enfraquecida.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, disse a repórteres que considera acertada a decisão de retirar mais de 370 mil moradores de suas casas e afirmou ter ido pessoalmente a abrigos congratular os nova-iorquinos que deixaram as áreas de risco.

Autoridades municipais disseram ainda que os aeroportos da cidade podem voltar a operar já na segunda-feira.

Fonte: Folha

Nenhum comentário:

Cotações do Dolar e do Euro

Pesquisar este Site