27 de junho de 2011

JORNAL DA VENEZUELA AFIRMA QUE CHÁVES TEM CÂNCER DE PRÓSTATA


A discussão sobre o real estado de saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez, que está internado em Cuba desde o dia 10, ganhou novos contornos ontem, com a publicação pelo jornal venezuelano El Universal de que o líder teria câncer de próstata.

No artigo intitulado Verdades da enfermidade de Chávez, o jornalista Nelson Bocaranda Sardi, conhecido opositor do regime, escreveu que o líder teve a doença diagnosticada durante visita a Havana e continuou na ilha para iniciar seu tratamento. Os chavistas, porém, rebateram a afirmação do jornalista. Segundo o presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Fernando Soto Rojas, o presidente não tem câncer. “Eu seria o primeiro a informar ao país (sobre a doença)”, afirmou.

Em sua coluna, uma das mais lidas da Venezuela, Bocaranda descreveu que uma tontura repentina, “quando estava conversando com Fidel (Castro)” foi a causa da cirurgia de retirada de um abscesso pélvico anteriormente divulgada pelo governo de Caracas. O texto afirma que, nesse primeiro momento, o presidente foi atendido por um médico espanhol que trata de Fidel.

Fonte: Estadão

BRASIL TEM QUASE 14 MILHÕES DE FILIADOS A PARTIDOS POLÍTICOS


Levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que 13.962.531 eleitores brasileiros são filiados a algum partido político. Atualmente existem 27 partidos políticos devidamente registrados na Justiça Eleitoral e sete deles reúnem a maioria dos eleitores filiados, sendo que cada um desses sete tem mais de um milhão de filiados.

A legenda que abriga maior número de filiações é o PMDB, com 2.324.339 em todo o Brasil. Em seguida aparecem: o PT, com 1.423.063; o PP, com 1.369.873; o PSDB, com 1.323.531; o PTB, com 1.157.487; o PDT, com 1.137.072; e o DEM, com 1.098.121.

Fonte: Blog Jornalista Políbio Braga

ENDIVIDAMENTO DO BRASILEIRO BATE RECORDE


O endividamento do brasileiro atingiu nível recorde. A dívida total das famílias no cartão de crédito, cheque especial, financiamento bancário, crédito consignado, crédito para compra de veículos e imóveis, incluindo recursos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), corresponde a 40% da massa anual de rendimentos do trabalho e dos benefícios pagos pela Previdência Social no País, aponta um estudo da LCA Consultores ao qual o 'Estado' teve acesso.

Se, do dia para noite, os bancos e as financeiras decidissem cobrar a dívida total das pessoas físicas, isto é, juros e o empréstimo principal, que chegou a R$ 653 bilhões em abril, cada brasileiro teria de entregar o equivalente a 4,8 meses de rendimento para zerar as pendências. Os cálculos levam em conta a estimativa da massa de rendimentos nacional, não apenas nas seis regiões metropolitanas.

Em dezembro de 2009, a dívida das famílias estava em R$ 485 bilhões, subiu para R$ 524 bilhões em abril do ano passado e, em abril deste ano atingiu R$ 653 bilhões. Apesar dos ganhos de renda registrados nesse período, as dívidas abocanharam uma parcela cada vez maior dos rendimentos da população. Quase um ano e meio atrás, a dívida equivalia a 35% da renda anual ou 4,2 meses de rendimento. Em abril deste ano, subiu para 40% da renda ou 4,8 meses de rendimento.

'Houve uma forte aceleração do endividamento', afirma o economista Wermeson França, responsável pelo estudo. Ele observa que uma conjugação favorável de fatores levou à disparada do endividamento do consumidor. O pano de fundo foi o crescimento econômico registrado no ano passado, quando o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 7,5%. Além disso, bancos e financeiras abriram as torneiras do crédito, com juros menores e prazos a perder de vista.

Dados de outro estudo intitulado 'Radiografia do Endividamento das Famílias nas Capitais Brasileiras', da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP), confirmam o avanço do endividamento do consumidor. De janeiro a maio deste ano, 64%, em média, das famílias que vivem nas 27 capitais do País tinham dívidas, ante 61% em igual período de 2010. O valor médio da dívida aumentou quase 18%, de R$ 1.298 mensais, entre janeiro e maio do ano passado, para R$ 1.527 mensais em igual período deste ano.

Depois da explosão do consumo no ano passado, Altamiro Carvalho, assessor econômico da Fecomércio-SP, diz que as medidas de aperto no crédito editadas pelo do Banco Central no fim de 2010, a elevação dos juros e a redução dos prazos dos financiamentos tiveram grande influência sobre o aumento da dívidas das famílias neste início de ano. 'As vendas do comércio a partir de março apontam para uma forte desaceleração do consumo', afirma o economista, justificando que a dívida vem crescendo nos últimos meses por causa dos juros.

Fonte: Agência Estado

25 de junho de 2011

IBGE É INVADIDO POR HAKERS. TWITTER DE MARCO MAIA TAMBÉM SOFRE INVASÃO


Está se tornando cada vez mais comum os ataques por hakers no Brasil. Conforme nota abaixo, o IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística esteve temporariamente fora do ar devido a ataques. Se entrar agora mesmo no site do IBGE verão a nota a seguir:

Nota de Esclarecimento do IBGE

A página do IBGE na internet ficou, temporariamente, fora do ar, para manutenção, por causa da ação de hackers. O ataque à página aconteceu às quatro horas desta madrugada (sexta-feira, dia 24 de junho) e, depois disso, o IBGE retirou o site do ar para reforçar a segurança e fazer a manutenção. O IBGE assegura que o banco de dados de todas as pesquisas está preservado já que não foi atingido pela ação de hackers.

A página do Twitter do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT- RS) foi invadida por hackers nesta sexta-feira (24), segundo informou a assessoria de imprensa do deputado. Na página, foi colocada a foto de uma jovem loira, com roupas sensuais. A imagem foi apagada minutos depois.

A assessoria de imprensa de Maia confirmou o ataque por meio da página no microblog, por volta de 17h50. Mas informou que o controle já havia sido restabelecido. “O perfil do pres. Marco Maia foi temporariamente hackeado, mas já restabelecemos o controle. Att, Assessoria de Imprensa”.

Fonte: Diário ABC

20 de junho de 2011

DESALINHAMENTO ESTRATÉGICO DO PTB-RS

video

O PTB do Rio Grande do Sul protagonizou um verdadeiro fiasco no último fim de semana. Não apenas pelo incidente entre Sérgio Moraes e Ronaldo Santini, mas por demonstrar claramente, para mais de mil militantes, a fragilidade da liderança Petebista, o descaso com aqueles que trabalharam em prol do partido e o abandono completo aos que mais fizeram o PTB crescer na última eleição.

Não vou aqui citar nomes, preservarei as fontes, mas não foram poucos os candidatos Petebistas que fizeram voto, mas muito voto e estão desde o princípio do ano mendigando atenção. Literalmente estão implorando por um espaço, que ainda não tiveram. Depois de desperdiçarem todo seu tempo, dinheiro e energia em campanhas pagas por seus próprios bolsos. Com pouca ou quase nenhuma contribuição do partido. Este é o PTB!

É claro que Sérgio Moraes errou em, supostamente, agredir o colega (a imagem não mostra claramente uma agressão), mas sua posição, em defender cargos não é demagogia e sim a luta por um espaço nas decisões, já que, sabidamente, a decisão passa sempre por poucos e os muitos nunca são consultados. Alias, pobre dos militantes Petebistas.

O Presidente do PTB, Luis Augusto Lara ficou devendo explicações à militância. Tratam-se de pessoas leais, decentes e competentes, que trabalharam em prol do crescimento político do partido, de seus projetos e que  agora estão jogadas, a Deus dará.

O incidente ocorrido na reunião de Alinhamento Estratégico do PTB, visando as eleições 2012 foi de desalinhar qualquer um, refletindo a indignação dos militantes que lá estavam e que aplaudiam calorosamente o Deputado Federal Sérgio Moraes. Será que isso foi apenas uma coincidência? É hora da liderança Petebista rever seus conceitos!

TCU APONTA DESCONTROLE EM BENEFÍCIOS FISCAIS DO GOVERNO


Auditorias do TCU (Tribunal de Contas da União) apontam que os benefícios fiscais oferecidos pelo governo cresceram sem controle adequado em 2010, informa reportagem de Dimmi Amora e Gustavo Patu publicada na Folha desta segunda-feira (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Ao todo, os cofres do Tesouro Nacional deixaram de receber R$ 144 bilhões no ano passado em receitas tributárias, previdenciárias e financeiras, segundo dados do Poder Executivo analisados pelo tribunal.

As renúncias fiscais são oficialmente explicadas pela necessidade de estimular setores da produção nacional, reduzir desigualdades regionais ou favorecer segmentos sociais mais vulneráveis.

Embora não haja informações completas, os dados tributários e previdenciários mostram alta --acima da taxa de crescimento da economia-- dos incentivos nos últimos quatro anos.

Enquanto o governo Lula estabelecia como prioridade a aceleração do crescimento da economia, a renúncia de receitas do Tesouro e da Previdência aumentou 32% acima da inflação entre 2006 e 2010 e passou de 3,3% para 3,4% do PIB.

Fonte: Folha

16 de junho de 2011

LISTA DE APOIO PARA CRIAR PSD EM SC TEM ASSINATURA DE MORTOS


Um documento produzido pelo TRE-SC (Tribunal Regional Eleitoral) identificou a assinatura de cinco mortos na lista de apoio para a criação do PSD, sigla que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, tenta viabilizar.

As irregularidades foram encontradas em uma lista de 230 eleitores nas cidades de Jupiá, Novo Horizonte e São Lourenço do Oeste.

Juiz de SC manda investigar lista suspeita de apoiadores do PSD

"Quatro eleitores falecidos "assinaram" apoio ao PSD: Ivo Pavan Libardoni (morto em 3.7.2009, registrado no CRC de Vitorino/PR), Hermino Joacir Cacciatori (morto em 1º.10.2008, registrado no CRC São José dos Pinhais/PR, termo 18709, folha 169, livro 30C), Affonso Martignago (morto em 21.9.2009, registrado no CRC São Lourenço do Oeste/SC, termo 3151, folha 99, livro 5C), João Dall Pont (morto em 21.3.2010, registrado no CRC Ferraria de Campo Largo/PR, termo 22, folha 22, livro 1C), Diva Lucena Libardoni (morta em 28.11.2008, registrado no CRC de São Lourenço do Oeste/SC, termo 3060, folha 8, livro 5C)", diz o relatório.

Na última terça-feira, a Folha noticiou que o juiz eleitoral Manoel Donisete de Souza, de Santa Catarina, determinou a investigação de uma suposta fraude na lista de apoiadores para a criação do PSD nas cidades catarinenses de Quilombo, Irati e Santiago do Sul.

Segundo o juiz, o cartório eleitoral teria identificado problemas na lista como a assinatura de analfabetos e de pessoas que negam o apoio ao partido. Souza mandou três cópias da lista para a Polícia Federal para a abertura de uma investigação. Ele também afirma, em despacho, que o Ministério Público Eleitoral deve apurar o caso.

No documento que indica a assinatura de pessoas mortas, todas da cidade de São Lourenço do Oeste, o chefe de cartório da 49ª Zona Eleitoral identificou a veracidade de 7 das 130 assinaturas na cidade. Em Jupiá, 44 das 50 assinaturas analisadas foram atestadas como regular. E em Novo Horizonte, 39 das 50.

Em Santa Catarina, o governador Raimundo Colombo deixou o DEM para ser um dos fundadores do PSD do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Para fundar um partido é preciso de cerca de 500 mil assinaturas de apoiadores em nove Estados do país.

Procurado para comentar o despacho do juiz catarinense, o advogado do PSD, Admar Gonzaga, lembrou que se trata apenas de um pedido para a abertura de investigação. "Tem que aguardar o inquérito para saber se houve ou não algum problema", afirmou.

Sobre a assinatura de pessoas mortas, o advogado do PSD em Santa Catarina, Nelson Serpa, que também é Procurador Geral do Estado, disse que irá verificar, mas suspeita de "armação política".

Fonte: Folha

AYMAN AL ZAWAHIRI É ESCOLHIDO NOVO LÍDER DA REDE TERRORISTA AL QAEDA

O egípcio Ayman al Zawahiri sentado ao lado de Osama bin Laden durante entrevista a jornalista em 2001

O médico egípcio Ayman al Zawahiri foi nomeado oficialmente o novo líder da Al Qaeda, segundo um comunicado da rede terrorista divulgado nesta quinta-feira (16) em um site islâmico.

Al Zawahiri, que durante muito tempo foi o número dois da Al Qaeda, substitui assim o ex-líder e fundador do grupo, Osama bin Laden, morto no último dia 1 de maio durante uma ação militar norte-americana na cidade paquistanesa de Abbottabad (segundo fonte americana de notícias).

O anúncio, assinado pelo alto comando da Al Qaeda, também fala do comprometimento da rede terrorista em prosseguir com a chamada "guerra santa" contra os Estados Unidos e Israel.

Fonte: UOL

13 de junho de 2011

DILMA TEM 49% DE APROVAÇÃO, DIZ PESQUISA DATAFOLHA


Quarenta e nove por cento dos brasileiros aprovam a presidente Dilma Rousseff, segundo pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal ‘Folha de S.Paulo’ na edição que circula neste domingo (12). O percentual corresponde a entrevistados que afirmaram que o governo é ótimo ou bom.

Dentre os entrevistados, 38% consideram o governo regular. Outros 10% consideram o governo ruim ou péssimo, e 3% não souberam opinar a respeito da gestão da presidente.

O levantamento foi realizado nos dias 9 e 10 com 2.188 pessoas em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Imagem da presidente

Segundo a pesquisa, dos quatro aspectos pesquisados, três mostraram queda. A imagem de Dilma de "decidida" passou de 79% em março para 62% no atual levantamento. A queda também ocorreu nos aspectos "muito inteligente", de 85% para 76%, e "sincera", de 65% para 62%.

No aspecto "democrática", houve o aumento de oito pontos percentuais, 44% para 52%.

Economia

Segundo o jornal, em relação à economia, os brasileiros estão mais pessimistas. A pesquisa mostrou que a expectativa de que a inflação aumente é de 51%, contra 42% do levantamento de março. Sobre a expectativa de que a inflação vai ficar como está, houve queda de 42% para 31%.

A expectativa de que a situação econômica melhore caiu de 50% para 42% e de que a situação econômica fique como está se manteve em 37%. O número de brasileiros que acreditam que a economia vai piorar aumentou 9% para 17%.

Segundo o jornal, a expectativa em relação à inflação piorou mais rápido entre os brasileiros que ganham até cinco salários mínimos do que os que recebem acima disso.

A pesquisa mostrou ainda que houve aumento de cinco pontos percentuais em relação aos que acreditam que o desemprego vai crescer, de 27% para 32%.
Fonte: Folha

7 de junho de 2011

PALOCCI PEDE DEMISSÃO


O ministro da Casa Civil Antonio Palocci pediu demissão na tarde de terça, 7, em meio um escândalos políticos em que é acusado tráfico de influência. O nome indicado para a vaga é o da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Há cerca de um mês foi publicada uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo comprovando que o ministro teve seu patrimônio aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010.

INFLAÇÃO OFICIAL DESACELERA, MAS AINDA ESTOURA META DO GOVERNO


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apresentou em maio a menor leitura desde setembro, de 0,47%, abaixo da taxa de abril (0,77%), segundo divulgou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, a desaceleração não foi suficiente para colocar o índice dentro da meta do governo para o ano. Nos últimos 12 meses, o índice subiu 6,55%, acima dos 6,51% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores. A meta fixada para 2011 é de 4,5%, com tolerância de dois pontos percentuais para cima (6,5%) ou para baixo (2,5%).

"Os transportes foram determinantes para a redução na taxa de crescimento do IPCA de abril para maio", destacou o IBGE em nota. Os preços desse grupo tiveram queda de 0,24% em maio, após a alta de 1,57% em abril. O movimento foi resultado do recuo de 0,35% dos combustíveis, depois do salto de 6,53% no mês anterior. "O litro do etanol teve queda de 11,34% em maio, enquanto havia subido 11,20% em abril, e, com isso, constituiu-se no principal impacto para baixo no índice do mês", acrescentou o IBGE.

Também contribuiu para a queda de Transportes a maior baixa dos preços de passagens aéreas (-11,57%), de automóveis novos (-0,58%) e usados (-1,26%). Houve ainda desaceleração dos grupos Vestuário (que saiu de alta de 1,42% em abril para 1,19% em maio) e Saúde e cuidados pessoais (de 0,98% para 0,73%). O grupo Alimentação e bebidas, por outro lado, continuou acelerando e fechou maio com alta de 0,63%, ante 0,58% em abril. Os destaques de pressão foram tomate e leite pasteurizado. Além de alimentos, outros quatro dos nove grupos do IPCA tiveram altas maiores em maio que no mês anterior.

Analistas esperam mais alguns meses de aceleração da taxa em 12 meses - provavelmente até o fim do terceiro trimestre - e desaceleração a partir daí, fazendo com que a inflação encerre 2011 perto mas abaixo do teto da meta. O mercado, no entanto, não descarta totalmente a chance de a inflação deste ano superar o teto. A última vez em que isso ocorreu foi em 2002. Em 2003 e 2004 a meta teve que ser ajustada para cima para evitar novos rompimentos. O governo vem tomando medidas nos lados monetário e fiscal para conter a inflação. Nesta quarta-feira, o Banco Central deve anunciar mais um aumento do juro básico.

Fonte: Terra. Com informações da Reuters.

PROCURADOR-GERAL ARQUIVA REPRESENTAÇÕES CONTRA PALOCCI


O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, arquivou hoje representações de partidos de oposição que pediam a abertura de investigações contra o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. A oposição queria que Palocci fosse investigado por suspeitas de irregularidades na empresa de consultoria Projeto, de propriedade do ministro. Nos últimos anos, Palocci multiplicou o patrimônio por 20 vezes. Ele atuava na assessoria a empresas.

O procurador decidiu arquivar as representações da oposição porque concluiu que não havia indícios de crime. 'Não é possível concluir pela presença de indício idôneo de que a renda havida pelo representado (Palocci) como parlamentar ou por intermédio da Projeto adveio da prática de delitos nem que tenha usado do mandato de deputado federal para beneficiar eventuais clientes de sua empresa perante a administração pública.'

O procurador afirma que a legislação penal não tipifica como crime a incompatibilidade entre patrimônio e renda declarada. Segundo ele, medidas radicais, como quebra de sigilo, somente devem ser tomadas diante da existência de indícios concretos da prática de crime, o que, segundo ele, não ocorre nesse caso.

Fonte: Estadão

5 de junho de 2011

PALOCCI NÃO CONVENCE DILMA E FICA EM SITUAÇÃO CRÍTICA APÓS NOVA DENÚNCIA



Além do desânimo da presidente com explicações do ministro na TV, revista revela que titular da Casa Civil mora em imóvel de uma empresa que usaria endereços falsos e laranjas

A situação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, piorou muito depois da entrevista que ele concedeu ao Jornal Nacional, na sexta-feira. E se agravou ainda mais depois da divulgação, pela revista Veja, de que o apartamento de 640 metros quadrados que Palocci aluga, em São Paulo, seria de uma empresa dirigida por laranjas, um de 23 anos, outro de 17.

A presidente Dilma Rousseff teve uma reação de desânimo depois de ver a entrevista, de acordo com informações de bastidores do Palácio do Planalto. E teria comentado que Palocci ficou devendo respostas a respeito da lista de clientes, que, segundo ele próprio, foram entre 20 e 25.

No Planalto já se fala que agora o governo deve entrar num clima de transição na área política. Petistas que foram à festa de filiação do deputado Gabriel Chalita ao PMDB, em São Paulo, chegaram a dizer que a situação de Palocci se tornou "insustentável".

Antes mesmo da entrevista do titular da Casa Civil para esclarecer suspeitas de enriquecimento ilícito, Dilma e auxiliares mais diretos avaliavam que o ministro não conseguiria reverter a sua situação pessoal nem a de engessamento do governo.

O ministro Gilberto Carvalho, que ocupa atualmente a apagada pasta da Secretaria-Geral, vem tentando ocupar um pedaço do "vácuo" nas interlocuções do Planalto com setores da base aliada na falta de Palocci, disseram auxiliares de Dilma.

Carvalho sempre é lembrado pelo contato direto com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, maior fiador de Palocci no governo. Carvalho também mantém boa relação com dirigentes do PT contrários à permanência de Palocci, que reclamam da nomeação de aliados para cargos que disputam na aliança partidária governista. A participação ativa de Carvalho na busca de saídas para a crise não se limita a negociações com petistas. Dilma encarregou o ministro de manter conversas permanentes com o vice-presidente Michel Temer e líderes do PMDB.

Fonte: Estadão

2 de junho de 2011

BLATTER E O "FIFANIC"


Em meio à polêmica, Joseph Blatter vence eleições e segue no comando da entidade máxima do futebol

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi reeleito ontem para um novo mandato que vai durar até 2015. Assim, ele ficará 17 anos à frente da entidade. Sem a presença de Bin Hammam e Jack Warner, ambos membros do Comitê Executivo, suspensos, Blatter foi eleito por grande maioria em votação secreta com 186 votos. Houve um total de 203 votos - o restante foi nulo ou branco.

Sem adiamento

O congresso da Fifa rejeitou ontem a proposta da Federação Inglesa (FA) de adiar a eleição presidencial. A proposta britânica foi rejeitada por 172 votos contrários ao adiamento e 17 favoráveis. O presidente da FA, David Bernstein, pedira o adiamento para dar mais credibilidade ao processo e permitir a candidatura de um dirigente comprometido com a reforma da entidade. "Muitos me disseram que eu não deveria ter tomado tal iniciativa, mas considero que uma eleição com um candidato único como fraudulenta, por isso peço que ele seja adiada", declarou o dirigente no discurso que fez antes da votação.

Logo depois da sua intervenção, Bernstein ouviu muitas vozes contrárias a sua proposta. Um dos dirigentes mais críticos foi Julio Grondona, presidente da Federação Argentina. "Estou um pouco surpreso com o fato de que na maioria dos congressos dos quais participamos, o assunto mais importante tenha sido sempre o das finanças, mas pelo jeito", disse Grondona ironicamente, antes de atacar os britânicos. "Estamos buscando soluções fora do lugar e sempre vem do mesmo lado, da Inglaterra", completou.

Ángel María Villar, presidente da Federação Espanhola também reagiu, criticando não só a Inglaterra, mas também a imprensa que noticiou os recentes escândalos. "Já chega! Nos deixamos guiar por essas pessoas que nos insultam, nos agridem. Qual é o país no mundo que mais se aproveita do futebol? A Inglaterra! A Inglaterra não pode nos distrair", disse Villar.

PROMESSAS

Blatter propõe reformas na escolha dos países sedes

O suíço Joseph Blatter, na expectativa da sua reeleição como presidente da Fifa ontem no congresso eletivo de Zurique, propôs aos representantes das federações nacionais reformas no processo de escolha das sedes das Copas do Mundo. A proposta de Blatter é que a decisão seja tomada pelo congresso da entidade e não mais pelo seu comitê executivo.

"É preciso dar mais poder às associações nacionais e por isso quero que o futuro se decida no congresso da Fifa", disse Blatter. Desta forma, a escolha da sede da Copa do Mundo seria feita não apenas por 24 pessoas (os membros do executivo), mas por 208 (os representantes das 208 federações).

"Crise" na Fifa

Nas últimas semanas, a Fifa vem enfrentando uma série de denúncias e escândalos. O primeiro, as acusações de que quatro membros do comitê executivo da entidade, entre eles o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, teriam pedido favores para a escolha da Copa do Mundo de 2018. As denúncias foram averiguadas e, segundo a Fifa, os envolvidos foram inocentados.

Pouco tempo depois, foi a vez de Mohammed bin Hammam, presidente da Confederação Asiática de Futebol e ex-concorrente à presidência da Fifa, e do presidente da Concacaf e vice da Fifa, Jack Warner, serem acusados de comprarem votos e subornar pessoas para ajudar na campanha de Hammam. Ambos acabaram suspensos pelo comitê de ética da Fifa.

Revoltado com a punição, Warner, que havia prometido dias antes da reunião do comitê revelar um “tsunami” de outros escândalos, disparou denúncias. Primeiro, acusou Blatter de ter feito uma suposta doação de US$ 1 milhão de dólares (R$ 1,6 milhão) à Concacaf para, em troca, receber apoio na sua reeleição. Depois, revelou um e-mail enviado a ele por Jérome Valcke, secretário-geral da Fifa, no qual o dirigente fala que o Qatar comprou o direito de sediar a Copa de 2022.

Valcke negou veementemente as acusações e disse que foi mal interpretado. Blatter, por sua vez, convocou uma coletiva na última segunda-feira e, de forma evasiva, rebateu as denúncias dizendo que a Fifa não estava em crise.

Fonte: Diário Nordeste

Cotações do Dolar e do Euro

Pesquisar este Site