12 de março de 2011

BRASILEIRA ESTÁ MAIS GORDINHA, DIZ PESQUISA


Cresce sobrepeso e obesidade entre as mulheres brasileiras, segundo pesquisa
.

Levantamento identificou que pessoas com IMC igual ou superior a 25 têm hipertensão


O percentual de mulheres com Índice de Massa Corpórea (IMC) elevados — que pode provocar sobrepeso ou obesidade — aumentou no Brasil. Conforme pesquisa da seguradora SulAmérica, o percentual era de 35,1% em 2009. Já em 2010, o índice chegou a 39,8%. O número de mulheres obesas também deu um salto de 9,9% para 12,3%.

Na carona do IMC inadequado vêm outros problemas como colesterol e pressão arterial elevados, que aumentam os riscos de complicações cardiovasculares.

— O conjunto de fatores de risco merece uma maior atenção da população, em especial das mulheres. Geralmente a obesidade é acompanhada de outras doenças que, se não forem tratadas, ocasionarão sérios riscos a sua saúde — destaca a superintendente de Saúde da SulAmérica, Regina Mello.

O levantamento também identificou que as pessoas que apresentavam o IMC igual ou superior a 25 têm hipertensão (10,8%). Entre as pessoas com IMC normal, o percentual cai para 2,2%. O número de mulheres com colesterol alto saltou de 16,5%, em 2009, para 23%, em 2010.

Fonte: Jornal Zero Hora

Nenhum comentário:

Cotações do Dolar e do Euro

Pesquisar este Site