15 de março de 2011

AIEA CONFIRMA NOVA EXPLOSÃO E VAZAMENTO DE RADIAÇÃO À ATMOSFERA


A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou nesta terça-feira que houve uma explosão no reator 2 da usina nuclear Fukushima Diichi e que foi liberada radiação à atmosfera devido a um incêndio em um depósito de combustível no reator 4.

Em comunicado, a AIEA detalha que obteve a informação das autoridades japonesas, e que a explosão no reator 2 ocorreu por volta das 6h20 da hora local (18h20 de segunda-feira pelo horário de Brasília).

Além disso, há fogo no depósito de armazenamento de combustível usado do reator 4, na mesma usina atômica, seriamente danificada pelo terremoto e o posterior tsunami de sexta-feira, e está escapando radioatividade diretamente para a atmosfera.

No local, foi registrado nível de radioatividade de até 400 microsievert por hora.

"As autoridades japonesas estão dizendo que há a possibilidade de o fogo ter sido causado por uma explosão de hidrogênio", acrescenta a nota.

O governo japonês disse nesta tarde de terça-feira, no horário local, que a temperatura dos reatores 5 e 6 da usina nuclear central de Fukushima, ao nordeste do país, estava subindo, da mesma forma como já ocorrera com os outros quatro reatores da planta, o que causou explosões, incêndios e liberação de substâncias radioativas.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou que o incêndio que houve hoje no edifício do reator 4 provocou, de fato, a emissão direta de substâncias radioativas na atmosfera

Fonte:EFE

Nenhum comentário:

Cotações do Dolar e do Euro

Pesquisar este Site