19 de janeiro de 2011

BOLSA FAMÍLIA PAGARÁ R$ 1,2 BILHÃO A BENEFICIÁRIOS ATÉ 31 DE JANEIRO



O pagamento do Bolsa Família começou nesta terça-feira (18) e vai até o dia 31 de janeiro. Nesse período, serão transferidos R$ 1,2 bilhão a 12,8 milhões de famílias atendidas pelo programa em todos os municípios brasileiros. Nas cidades da região serrana do Rio de Janeiro devastadas pelas chuvas (Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis), o pagamento não será escalonado, ou seja, todas as famílias beneficiadas daqueles municípios podem sacar o dinheiro desde o dia de ontem (18).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), quem perdeu o cartão do Bolsa Família nas enchentes deve procurar a prefeitura para obter uma declaração especial e assim receber o benefício.

A medida vai injetar imediatamente R$ 1,9 milhão nas três cidades, atendendo mais de 84,8 mil pessoas ou 21,2 mil famílias. O objetivo do ministério é oferecer meios para a população atingida começar a normalizar a vida.

Nos demais municípios, o pagamento será escalonado até o fim de janeiro, conforme o calendário anual do programa. O saque do benefício é realizado nos dez últimos dias úteis do mês e obedece ao final do Número de Identificação Social (NIS) de cada família, começando por um e terminando em zero.

Critérios

A Bahia é o estado com maior número de beneficiários e volume de recursos transferidos, seguida por São Paulo e Pernambuco. Os valores variam de R$ 22 a R$ 200, de acordo com o perfil econômico e a quantidade de filhos de até 17 anos. Toda família com renda mensal por integrante de até R$ 140 tem direito ao Bolsa Família. Quem se enquadra nesse critério e ainda não é atendida pelo programa deve procurar a prefeitura do município onde mora e solicitar a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Ao ser incluída no programa, a família passa a ter a agenda de saúde e a presença dos filhos na escola monitoradas. Os sistemas de acompanhamento dessas contrapartidas são desenvolvidos pelos ministérios da Educação e Saúde, em parceria com estados, municípios e o MDS.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social

Nenhum comentário:

Cotações do Dolar e do Euro

Pesquisar este Site